News...
HOME PAGE \ News...

USO DO AQUECEDOR A GÁS

Postado em 11/03/2017 às 11:44

Vem crescendo a cada dia a utilização na elaboração dos projetos de edificação civil, do aquecimento de água através de aquecedores a gás. A nova tecnologia vem ganhando mercado e grande parte desses projetos já fazem parte do cotidiano dos profissionais da área.  Experiências desenvolvidas e comprovadas demonstrarm maior eficiência e economia em projetos específicos com a utilização desse equipamento, principámenteems projetos de edificação predial e residencial, aplicados em chuveiros, torneiras, banheiras etc.  

A instalação e manutenção do sistema utiliza duas Normas Técnica específicas da ABNT, quais sejam:

NBR7198/93 - Pojeto e Execução de Instalações Prediais de Água Quente - Define as condições técnicas e de segurança mínimas, condições de economia e conforto para instalasções prediais com o abastecimento de água quente. 

NBR13103 - Adequação de ambiente Residencial para a Instalação de aparelhos que Utilizam gás Combustível - Define as condições mínimas para o projeto e execução das instalações com  a utilizalçao de de aquecimento com gás combustível.

Vantagens do aquecedor a gás

  • O aparelho pode ser utilizado em casas ou apartamentos;
  • Os aparelhos são compactos, com peso de até 20 kilos;
  • Não ocupa muito espaço e é instalado geralmente na parede da área de serviço;
  • De fácil remoção, o aquecedor pode ser retirado para eventuais manutenções;
  • O acendimento do aquecedor é automático e imediato
  • Não existe a necessidade de esperar o aquecimento de reservatórios, e nem risco da água quente acabar em meio à utilização;
  • Os equipamentos são muito seguros com sensor corta gás, caso ocorra algum tipo de problema;
  • O aparelho trabalha com baixa pressão de gás;
  • O aquecedor pode ser utilizado simultaneamente em vários pontos de consumo de água quente;
  • Por não possuir reservatórios, a durabilidade do aparelho gira em torno de 10 a 15 anos.

Desvantagens do aquecedor a gás

  • O aparelho necessita de pressão em torno de 5 a 10 metros de coluna de água (mca) para o funcionamento em plena capacidade;
  • Por ser considerado como aquecedor de passagem, a água pode demorar um pouco para esquentar;
  • Este equipamento pode não ser uma opção tão "verde" quanto o aquecimento solar;
  • Para instalar o aquecedor em uma residência é preciso ter uma hidráulica apropriada, com tubulação para água fria, para água quente e para o gás que vai alimentar o aquecedor, que pode ser GLP (gás liquefeito de petróleo) ou GN (gás natural);
  • O equipamento precisa passar por manutenção, no mínimo, anual. No entanto, este procedimento deve ser feito por uma assistência técnica autorizada pelo fabricante;
  • A escolha do aquecedor deve ser baseada nos pontos de consumo, tais como duchas, torneiras, banheiras, etc.



Voltar
Acesse também o nosso e saiba mais.  
 
 
 
CLIQUE AQUI PARA AMPLIAR.
Copyright 2017 © GP Serviços. Todos os diretos reservados. Design by